Nem todo mundo está bêbado

10out06

Do Gilberto Dimenstein, na Folha:

“Está na biografia de FHC ter derrotado a inflação quando ninguém imaginava que poderia ser derrotada. Isso significou substancial aumento do poder aquisitivo dos mais pobres. Só isso já faria com que olhássemos com mais consideração ao ex-presidente”

(…)

“Assim como temos de reconhecer que Lula já mereceria ter entrando na história por ser um política de esquerda que soube manter e aprimorar a estabilidade econômica, combinando-a com mais distribuição de renda e menos pobres”

Anúncios


No Responses Yet to “Nem todo mundo está bêbado”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: