Unger: nossa posição

23abr07

Carta e Gaspari têm razão, e apontam para o fato de que, se é verdade que Unger tem algumas ótimas idéias, e é inegavelmente inteligente, o fato é que sua inserção na política brasileira até agora tem sido muito desastrada. Se seguir nessa linha, deve ser mandado embora o quanto antes. Mas:

Sejamos francos, não sobram idéias no debate brasileiro. Ninguém espera nada dos partidos brasileiros no que se refere à reflexão, mas mesmo na academia a situação é triste. Bem mais da metade do que se faz nas ciências sociais brasileiras são lixo. Os grandes nomes da sociologia brasileira, o Cohn, o Josué, a Élide, estudam teoria pura ou história do pensamento. Unger tem idéias políticas, e mais idéias do que todo mundo no congresso junto, algumas muito boas. Se ele injetar uma ou duas delas no governo, que corre um sério risco de ser bastante medíocre, será excelente.

Além do mais, nós aqui, que preferimos os livros do Unger à sua política partidária, já faz algum tempo dizemos que algumas de suas propostas – a desoneração da folha de pagamento, a capitalização da previdência, a adoção do VAT, o aumento da taxa de poupança – parecem boas, mas precisam urgentemente de apoio em estudos técnicos, feitos por economistas da pesada. Porra, agora o cara vai ter o IPEA nas mãos. Ou faz agora ou não faz mais.

Anúncios


No Responses Yet to “Unger: nossa posição”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: