Manifestação na Paulista

15jun07

Blogando ao vivo da segurança do 17º andar da Av.Paulista: a molecada da USP chegou no MASP para a manifestação. Uns colegas viram o equivalente a uma quadra de PMs.

15:31 – a molecada começa a gritar mais alto. Comentário de um pop star da blogosfera brasileira aqui do lado: “quando começam a gritar alto assim, é porque vai sair briga”. Pessoalmente, acho que não, os caras vão ter que ser muito doidos pra enfrentar o exército de PMs aqui em baixo.

15:36 – fui procurar notícias da manifestação no Blog da Ocupação da USP, e me deparei com uma das frases mais idiotas que já ouvi na vida, parte da programação cultural dos ocupantes: “No espaço vazio do “é proibido pisar na grama” movimentaremos nosso corpo e ocuparemos mais um espaço estéril, fertilizando-o. Futebol na grama! Várzea! “. Bom, se a alternativa for voltar para a USP para conversar com o cara que escreveu isso, talvez os moleques prefiram mesmo apanhar do choque (se valer dedo no olho).

16:00 – as motos da polícia contornam a manifestação e impedem a turma de ir para a outra pista (sentido Paraíso) da Paulista. A menina falando no carro de som, que fala absurdamente rápido, diz que o choque pode chegar a qualquer momento.

15:58: os moleques da frente da passeata se colocaram na frente dos carros da polícia que vinham na frente. Começaram a tocar uns tambores de maracatu.

15:52 – a manifestação está meio invisível. Nada nos sites do CMI, do PSTU, do PSOL, nada no UOL, uma nota no G1.

15:41 – toca uma sirene de polícia. A princípio, pode ser só avisando que os manifestantes saíram do espaçõ autorizado, mas a última porradaria aqui (na passeata contra o Bush) começou assim.

16:08 – ao final da passeata, um pipoqueiro.

16:09 – a passeata acaba de passar aqui em frente. A menina no microfone já reclamou da violência da polícia, mas não se viu nada disso nessas duas primeiras quadras. É meio claro que tem uns moleques querendo briga. Se o pau comer, aposto dez real que eles tomam uma paulada pra tirar foto e depois saem correndo deixando a galera pra polícia.

16:13: uma porrada de motoboys está exatamente atrás da passeata (e do pipoqueiro). Se eles forem pra porrada aposto neles tanto contra a turma do PSTU (fácil) quanto contra o choque.

16:20 – falando sério, agora: vamos rezar para que ninguém se machuque. Me impressionou mal a falta de bandeiras do PT e outros partidos mais moderados na manifestação, o que não quer dizer que ela não esteja partidarizada: as quatrocentas tendências da quarta internacional estão lá. Os estudantes da USP conseguiram uma vitória importante com a revogação dos decretos, esperemos que a história da ocupação não acabe com violência.

Anúncios


No Responses Yet to “Manifestação na Paulista”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: