Primárias nos EUA

03jan08

Uêba! Eleição! Finalmente um assunto que a gente aqui gosta!  Comentários esparsos:

1 – Até agora, as primárias entre os Republicanos parecem estar selecionando os piores. Você pode gostar ou não da Hillary e do Obama, mas eu não tenho dúvida de que são os dois melhores candidatos democratas. Os dois melhores republicanos, o Ron Paul e o McCain, estão lá atrás, e o debate atualmente parece estar centrado em torno da questão “Os Mórmons são cristãos?”, com a qual o rodrigomáiaco Huckabee vem enchendo o saco do até agora favorito Mitt Romney ( que é Mórmon). Na verdade, o Huckabee parece ser o suicídio político dos republicanos: o Romney não é bobo, não, ia tentar ser um candidato de centro, religioso, mas liberal em várias questões. Mas para ganhar a prévia teve que se mover para a direita em tudo, e, já que é para votar num maluco, porque não um que é sinceramente maluco, como o Huckabee, em vez de alguém que se faz de maluco? E já que estamos fazendo merda mesmo, que tal escolher um candidato que vai levar uma surra miserável, seja do Obama, seja da Hillary?

É como se a prévia do PT fosse decidida entre as várias facções da quarta Internacional (Trotskysta), com os debates centrados em qual dos textos do Trotsky é mais importante, os da época da revolução, os do exílio, ou a interpretação posadista de que os alienígenas são socialistas (absurdo, quem viu ET sabe que eles são uns caras meio assim, meio Ghandi).

2 – Obama como candidato não tem rival. Talvez Hillary fosse melhor presidente, talvez venha a ser. Mas, depois da eleição entre o Kerry e o Bush, é bom ver dois virtuoses brigando, é como ver um jogo do Barcelona depois do Desafio do Galo (alguém lembra disso?). A dificuldade do Obama é saber se ele leva a máquina clintonista caso ganhe a candidatura. Sem ela não tem quadros para governar. Agora, cá entre nós, vencer a Hillary, que é uma máquina de fazer política, é o melhor batismo que um cara pode querer para ser político de primeira divisão.

Eu suspeito que a Hillary, no momento, fosse dar uma ótima presidente, mas o grau de animosidade contra ela, mesmo da parte de republicanos moderados como o Andrew Sullivan, é assustador.

Só o que me preocupa é o Edwards, que eu acho populista (porra, você acha mesmo que o tratado de livre-comércio com o Peru vai causar grandes danos à economia americana?), e que sobe se algum dos dois colapsar antes da Super Terça-Feira (quando tem prévia em tudo que é Estado).

E, falem o que quiserem dos americanos, eles sabem mesmo cobrir eleição. A CNN ontem só falava disso, era uma diversão.

Agora: alguém tem, seja alguma idéia do que fazer no Iraque (ninguém vai sair logo, não adianta o Edwards inventar isso), seja um plano para combater a recessão que se anuncia nos EUA? Sei não.

Anúncios


5 Responses to “Primárias nos EUA”

  1. 1 Rabo de Cobra

    Iowa pode não ser um indicador tradicional de tendências como New Hampshire, mas vi na CNN a grata notícia de que Obama saiu na frente nessas primárias. E, NPTO, você que gosta da oratória dele, assisti agora um discursinho de vitória do B.O. meio lulesco, mas que funciona: esperança sobre o medo, etc.

    Sobre os Reps em Iowa: venceu Huckabee. Vão votar mal assim na…

  2. 2 Rabo de Cobra

    do Andrew Sullivan:

    + Edwards Doesn’t Congratulate Obama… not a graceful conclusion.

    + The contrast between the two speeches – Clinton’s and Obama’s – was instructive. She was fine – but seemed to purloin the entire Obama message. The idea of the Clintons as a unifying force for change is not exactly persuasive. “Ready For Change”? A desperate new mishmash. As for Obama? Maybe you saw it. Simply put: he sounded like a president.

    + Huckabee won the pro-Bush vote; he won the middle class and working class vote; he won the religious vote. He also did very well with women. Romney is strongest among those who earn more the $100,000 a year and men. Huckabee did best among the under-30s; Romney did best among those over 65. This really is about the future – and it isn’t Romney’s.

    + Andrea Mitchell describes the Clinton headquarters in the wake of Clinton’s devastating loss. The hall was empty and then they packed it. But the message of this caucus is surely that you cannot buy votes, as Romney tried to, and you cannot intimidate people into voting for you, as the Clintons tried. In the end, voters want real people with actual arguments in order to change the country. That’s why Huckabee and Obama have prevailed. They’re real. The establishments of both parties lost.

    Vamos ver a evolução das coisas…

  3. 3 Rabo de Cobra

    Mais um motivo para não gostar do McCain: Would Be “Fine” To Keep Troops in Iraq for “A Hundred Years”.
    Aqui:
    http://www.motherjones.com/mojoblog/archives/2008/01/6735_mccain_in_nh_wo.html

    Depois do showzinho dele “Bomb bomb bomb iran”, não engulo o cara. E cada vez piora.

  4. Só fui ler os comentários ao caucus de Iowa agora. Excelentes. (:

    E v. dizendo que Ron Paul é bom candidato? Qué pasa?

  5. 5 napraticaateoriaeoutra

    Adriano, valeu a força. Bom, eu não sou libertarian, mas a turma entre os republicanos que me parece mais consistente são eles. Pelo menos entre os candidatos que estão aí, acho o Paul um dos mais razoáveis (mas votaria no McCain, se fosse republicano).


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: