Primárias em NH: Democratas

09jan08

Hillary, sensacional recuperação, se bem que não estava tão por baixo assim, nem subiu tanto, agora. Mas deu uma desacelerada no Obama, que pode se mostrar fundamental. Discursos:

1 – Edwards: Pode ser que eu esteja com sono, mas parece que o cara está fazendo exatamente o mesmo discurso de Iowa. Pô, o mesmo, mesmo. Igualzinho. Rapaz, se você quiser ter chance nesse negócio vai ter que fazer melhor para enfrentar os dois faixa-pretas aí embaixo (e, obviamente, precisa ganhar as duas Carolinas, senão tchau. Eu acho que tchau, já está candidato a vice).

2 – Obama: o que interessa mesmo nesse discurso é o seguinte: quando acabar, quem estiver ouvindo vai lembrar que o cara fazendo discurso acaba de perder? A resposta é não. Começou dizendo direto, “I’m still fired up”, vamos pro pau. Fez um discurso mais à esquerda, não por ser radical, mas por falar mais sobre pobreza, educação (defendeu a remuneração por performance para os professores, vinham dizendo que ele ia desistir disso), etc. Depois ficou mais devagar, parecia estar só jogando pelo empate, elogiou a Hillary, pediu palmas para ela, e, quando parecia que ia ficar por isso mesmo, resolveu responder à acusação de que estaria levantando “falsas esperanças”, como disse a Hillary no debate.

Vão lá ler o discurso do cara, é impressionante o cara que escreve com ritmo. Começa dizendo, na improvável história que são os EUA, toda vez que alguém vinha dizendo que era melhor desistir, nós dissemos, e isso resume o espírito de nossa nação, “Yes, we can”, slogan instantâneo. Daí começa: os escravos fugindo para a liberdade pensavam, “Yes we can”, os abolicionistas, o presidente que nos mandou para a lua, enfim, Yes, we can, e a galera vai ao delírio, e “Yes we can” tem o mesmo ritmo de “U-S-A”. Volto a dizer: sei lá se vai ser bom presidente, mas é o orador que toda uma geração de políticos deve estudar para aprender a fazer a coisa. Em termos de oratória, tem o cara que é bom, tem o cara que quando passa o cara que é bom olha pra baixo, mas esse cara pede autógrafo pro Obama.

3 – Hillary: começo clássico, magistral, espetacular, way to go, girl: Nessas semanas eu ouvi o que vocês tinham a dizer, e nisso achei minha própria voz”. Uóóóóóóóóóóuuuuuuu! Moraaaaaaaaal! É só golaço, lá e cá. Não manteve o nível, porque não dava, mas permaneceu ali, com uma cara espetacularmente presidencial (a propósito, boa escolha de roupa), e prometeu dar ao país a reacelerada que New Hampshire acabava de lhe dar. ”

Uma curiosidade: depois do vexame em Iowa, quando, no discurso da Hillary, pareciam ter colado um poster daquele filme “Garotas do Calendário” atrás dela, dessa vez só tinha gente jovem, se aparecesse alguém ali no segundo ano da faculdade barravam.

Anúncios


5 Responses to “Primárias em NH: Democratas”

  1. 1 Rabo de Cobra

    Cometendo a elegância de me citar a mim mesmo: “Bolão para New Hampshire, tradicional indicador de tendências nacionais: Democratas, vai dar Hillary; Republicanos, McCain.”

    E mais: Rudy Giuliani 9%, Ron Paul 8%. Números ainda respeitáveis de RP, visto sua rejeição junto à elite do partido.

    Michigan será da Hillary novamente. Em relação aos Republicanos, é impossível dar pitaco. Romney veio de lá (se perder, bau, bau), mas o nome de McCain é muito forte por lá. Talvez, talvez, Huckabee surpreenda. Acho difícil. Ouso não cogitar Guiliani, que provavelmente repetirá os seguidos resultados insatisfatórios.

  2. 2 Rabo de Cobra

    Só mais umas previsões picaretas. Lembrando que a primeira (NH), apesar de contradizer as pesquisas, estava certa. Vamos lá.

    Michigan – Hillary e ??? ()
    Nevada – Hillary e Giuliani (pois é, ele mesmo. O establishment do GOP lá é forte e apóia o cara, que tem um perfil de republicano mais liberal. Há alguma influência Mórmon lá, pois Nevada fica ao lado de Utah, não deve pegar nada)
    Carolina do Sul – Volta de Obama na corrida e de Huckabee (ares de Iowa estão por lá)

  3. 3 napraticaateoriaeoutra

    Grande RDC, nessa se você tivesse apostado tinha entrado na grana! Agora, Michigan pode dar Obama porque tem muita faculdade.

  4. 4 Rabo de Cobra

    N’O Globo:”Todas as pesquisas apontavam que NH poderia deixar Hillary Clinton à beira do abismo na corrida presidencial”. Mazomeno, né, misfio? Se o jornalista consultasse as pesquisas anteriores a Iowa, ele faria menos drama. Hillary sempre bem foi cotada em NH, o nome dela é forte lá. Não foi essa surpresa toda. Esse tom meio alarmado d’O Globo em relação aos institutos de pesquisa é desnecessário.

    Sim, as pesquisas já não tinham sido um bom indicador em Iowa, mas boas previsões não são feitas só disso. Algumas pesquisas até previram a vitória de Obama, mas com uma margens de diferença completamente estapafúrdias. Obama estava muito na frente, e uma liderança como a de Iowa, só não enxergou quem não fez o dever de casa.

    E quem não faz o dever de casa? Metade dos jornalistas americanos e todos os do Brasil.

    Neguinho tem que estudar a tradição de cada Estado, entender o que são as prévias, e olhar para o histórico delas com atenção. Só pesquisa de última hora não é bom indicador para ninguém, pelo menos para supostos profissionais.

    P.S. O chororô de Hillary está ficando ridículo. Mas se deu certo para o Lula, pode dar certo para ela.

    P.S.2 Ainda acho a Hillary um robô, que calcula cada movimento seu, das lágrimas em prévias ao perdão de boa esposa. Se ela tivesse dado um pé na bunda do Bill, eu teria a confiança de que pelo menos 50% dela é humano.

  5. 5 Rabo de Cobra

    Mantenho minha posição. Michigan é muito conservadora para votar em Obama, em sua pouca experiência. A opção deles será, quase certamente, a Hillary. Os lobistas de Detroit já dão forte apoio à sra. Clinton.

    Obama ganha adesões com a saída do candidato Bill Richardson (incluindo a do próprio BR), mas as prévias mostraram que o o Bill latino não tem lá esse peso. E desconfio que os votos de universitários, que você mencionou, não tem tanta importância (senão o Paul estaria bem melhor).

    Acho que Michigan, e a tendência de quase turma toda do Leste (NH, etc), completando minha a minha previsão picareta, é repetir NH: Dem. Hillary; Rep. McCain. Minha teoria é que vai haver votação parecida em lugares com perfis políticos parecidos. Ex.: New Jersey (que é uma NY wannabe), vai votar em Hillary e Giuliani. Califórnia, idem. Os eleitores de lá procuram democratas e republicanos com esse perfil.

    Outros lugares vão coincidir… er… por coincidência. Ex.: Iowa e Carolina do Sul (o que botará Edwards fora da parada)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: