Romney fora!

07fev08

Ih, o Romney se mandou. Amarelou. Pó-pó-póóóóó. E disse que foi para evitar que a Hillary ou o Obama ganhem e se rendam ao terrorismo. Palavras duras, mas não se preocupem, porque semana que vem ele muda de idéia e apóia o Gabeira.

Resta saber o que os delegados dele vão fazer: a decisão, pela regra dos republicanos, fica a cargo do partido de cada Estado. Suspeito que Romney tenha recebido convite para ser vice, porque o McCain quer fugir do Huckabee de qualquer maneira. Por esses dias veremos.



3 Responses to “Romney fora!”

  1. 1 Andre Kenji de Sousa

    Não, Romney se tocou que só tinha ganho mesmo em estados em que algo entre 5% e 10% da população era mórmom ou aonde ele tinha alguma relação familiar. Na Nova Inglaterra, ele só venceu no Maine, perdendo New Hampshire e Connecticut, mesmo tendo governado Massachusetts.

  2. 2 napraticaateoriaeoutra

    André, você tem razão, isso foi importante. Mas eu achei curioso o timing do Romney. Ele poderia ter continuado enchendo o saco e tentando cansar o Huckabee, cujo apoio (e delegados) ele eventualmente ganharia. O que eu achei interessante foi sair na melhor hora possível para o McCain.

  3. 3 Arthur

    NPTO como voce acha que o eleitorado republicano receberia uma chapa McCain-Romney?

    Na minha opiniao, uma chapa do Mr. Nao Tao Conservador com o Mr. Minha Opiniao Mudou pode ter efeitos ambíguos sobre o eleitorado.

    Por um lado, o McCain, que ganha muitos votos por sua imagem de confiável e suas opinioes firmes, pode se prejudicar ao aceitar um sujeito cujas opinioes mudaram tanto ao sabor da hora como o Romney. Ficaria a dúvida, será o McCain tao confiável assim?

    Por outro, o Romney traz a imagem de gestor eficiente para a campanha do McCain, algo que pode ajudar (esp. em alguns swing states) se a recessao bater mais forte até novembro…

    Na realidade, se eu fosse estrategista do McCain eu teria uma grande questao em mente no que tange a essa escolha do VP.

    Se o simples fato dele ser republicano e +- conservador garantiria os votos do eleitorado evangélico numa disputa contra um negro que fumou maconha e cheirou cocaína e uma mulher feminista (pior, mulher do Bill Clinton!) ou se esse eleitorado poderia simplesmente ficar em casa na eleicao e entregaria o destino da nacao a Deus…

    Se os estrategistas acharem que evangélicos nao sairiam de casa para votar no McCain a escolha natural para reverter o quadro é o Chuck (oops, Mike) Norris (oops, Huckabee).

    Se os estrategistas acharem que os evangélicos votarao no McCain de qualquer jeito entao o Huckabee roda e ai naturalmente acho que a escolha tende para o Giuliani que apesar da sua grande derrota nas primárias tem a seu lado o fator “herói do 9/11” e a boa gestao na prefeitura de NY (o que pode ajudar o McCain no deate sobre economia e eficiencia do estado/gastos públicos).

    Agora se os estrategistas nao tiverem certeza do que farao os evangélicos a escolha do Romney que é religioso, contra o casamento gay e gestor bem-sucedido e carismático faz sentido. Ele ajuda um pouco a trazer eleitores + religiosos para a campanha, ajuda no debate economico e ainda evita o risco do Huckabee virar VP (imagina se o McCain é eleito e morre?). Entretanto, o telhado de vidro do Romney é enorme uma vez que ele está manchado pelo seu shift de moderado a conservador hardcore durante a campanha.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: