PT e PSDB na Bahia

16mar08

Deu no UOL: mais um Estado importante tem aliança (informal) entre PT e PSDB nas eleições desse ano, a Bahia. É como eu digo, fora de São Paulo, a polarização é em outros termos.

No Rio desse ano, se não fosse a briga nacional, duvido que o PT não fechasse com o Gabeira (que também fechou com os tucanos), e, aliás, em um segundo turno Gabeira vs. Crivella, não quero estar na pele de gente como o Minc, fundador do PV, há vários anos no PT, amigão do Gabeira, e que, se quiser seguir a orientação nacional, vai ter que apoiar o Crivella.

Anúncios


4 Responses to “PT e PSDB na Bahia”

  1. 1 Pictor

    Um dia ainda veremos o PT apoiando Ronaldo Caiado, Afif Domingues e Fernando Collor contra o PSDB. E eu que sempre falei tão mal do FHC quando ele fechou com o ACM, tsc tsc.

  2. 2 fabio

    Gabeira: nem a esquerda, nem a direita: no próprio umbigo.
    Em um improbabilíssimo segundo turno entre o Gabeira e o Crivella, as bases do PT apoiariam o Crivella com alegria e determinação. Lógico, com o risco de ter o dedo decepado em Ipanema.
    Política é partido e programa, Naprática, não pessoas. E o Gabeira, iludido com a própria pessoa desde que seu filme deturpou seu livro, representa os partidos e o programa do atraso, do preconceito e do esvaziamento da política.

  3. Fábio, quanto tempo, bem-vindo de volta! Bom, em primeiro lugar, nenhum petista jamais votará no Crivella com alegria. O PT carioca, em especial, já foi forçado pelos analfabetos vagabundos do Dirceu a apoiar Garotinho, e não pode cair mais nessa. Petista que é petista acha que homem com homem está beleza, desde que os dois homens em questão achem que está.

    O filme baseado no livro do Gabeira realmente foi fraco, mesmo.

    Agora, se você está sugerindo que eu devo votar no Crivella em nome de “partido e programa”, vou te dar uns cinco minutos pra você pensar em outra coisa pra dizer. Pode ser que eu vote no Molon por causa disso, mas antes quero ver como a candidatura se constrói programaticamente, e qual vai ser a influência do Picciani na coisa.

  4. 4 fabio

    Não se trata de alegria pelo Crivella, mas da alegria de derrotar o Gabeira.
    Não por opções sexuais, mas por opções políticas.
    Votamos feliz contra o discurso do “analfabetos vagabundos do Dirceu”. Contra os interesses e projetos por trás desse discurso.Contra essa mentalidade dos sinhozinhos “cultos e trabalhadores”.
    Enfim – contra os objetivos e as estratégias do Gabeira.
    Mas é engraçado o candidato nem a esquerda, nem a direita, mas no próprio umbigo, reclamar que sofre ataques pessoais.

    Um abração


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: