Brasil lá fora

29mar08

Duas notícias sobre a situação internacional do Brasil, hoje na Folha:

1) O Brasil aumentou sua cota no FMI, o que quer dizer que aumentou seu poder de decisão. Só quem aumentou mais nessa rodada foram Coréia do Sul, Índia e China. Vai ser interessante ver as consequências disso.

2) O Brasil será observador na eleição do Zimbabwe, o país mais mal-governado do mundo depois da Coréia do Norte. A Folha reclama que o Brasil não devia ter aceitado, com o bom argumento de que o Mugabe vai querer fraudar. Agora, é possível que não consiga, visto que há um candidato dessa vez que é egresso do ZANU (partido do Mugabe) e conta com simpatia da África do Sul, a crer nessa reportagem da The Economist.



5 Responses to “Brasil lá fora”

  1. Sobre a primeira notícia, acho que os EUA continuarão com seu “poder de veto” por um bom tempo. O aumento de cota-parte de outros países é ainda insuficiente para mudar o quadro geral. E o negócio é ver como as coisas se encaminharão nos próximos cinco, dez anos.

    Sobre o Zimbabwe, faz parte dessa política africanista do governpo e pretensão de entrar no CS. Ninguém sabe no que vai dar realmente.

  2. Tópico nada a ver: Andrew Sullivan ficou “maravilhado” com esta notícia: http://www.ananova.com/news/story/sm_1641442.html

    É o caso do prefeito de Biritiba-Mirim que proibiu a morte porque não cabiam mais pessoas no cemitério. Eu sei que seu blogue é declaradamente de esquerda, mas acho que o caso da reportagem tangencia a essência da política social-canhota, que se confunde tão facilmente com os populismos que corroem qualquer país. A diferença é que o primeiro acha que pode “resolver tudo isso que taí” com “vontade política” (a dele e do partido, é claro); o populista, com uma noção bizarra de carisma — um sentimento nacionalista ou localista projetado em sua persona. São parecidos, pois os dois se utilizam do pensamento mágico e decretos suspeitos, principalmente em democracias imaturas, para governar. Sem contar que nada impede que o esquerdista (ou qualquer outro político, ok) se utilize bem das ferramentas de projeção “carismática” do populista.

    Abs,

  3. Olá, amigo meu indicou este blogue, achei legal pra caramba. Está nos meus Favoritos aqui.
    Abração.

  4. Valeu, Diego! A propósito, já citei você aí em cima, bacana a idéia do blog.

  5. Igor, essa de Biritiba-Mirim foi de lascar, mesmo. O pior é que não é off-topic, porque queima a imagem da gente lá fora.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: