Gabeira e a Carta Capital

26abr08

O pessoal aqui que assina a Carta Capital (eu sempre leio a do André) já deve ter visto que eles publicaram uma reportagem em que afirmam que Gabeira declarou nas contas de campanha ter usado os serviços de uma empresa de propriedade de sua namorada, Neila Tavares, que, segundo a revista, não presta nenhum dos serviços listados no documento entregue no TSE. Gabeira teria, portanto, burlado a lei eleitoral para ficar com sobras de campanha que deveriam, por lei, ter sido entregues ao PV.

Achamos isso meio esquisito, e, fiéis à tradição de quem se criou politicamente dentro do PT, resolvemos encher o saco do nosso pré-candidato. Enviamos um e-mail à assessoria do Gabeira pedindo esclarecimentos, e, vejam só, o Gabeira respondeu. Reproduzimos abaixo seus esclarecimentos:

“Inicialmente, gostaria de agredecer o apoio espontâneo que vocês estão dando no blog Na Pratica a Teoria é Outra.

A primeira correção à nota da Carta é que confunde Neila Tavares com uma atriz que nada tem a ver com o ramo de informática. Esta Neila Tavares atriz foi casada com o ator Paulo César Pereio.Traidos pelo Google.

Neila Tavares que é minha mulher e sempre trabalho comigo é especializada em informática e reuniu uma equipe extraordinária na campanha, por um preço bastante razoável. Um dos webdesigners que criou algumas das nossas ferramentas hoje é contratado da Nokia, na Inglaterra. O preco do site que nos foi apresentado na campanha de agora, feito por uma firma carioca, por sinal simpatizante da nossa campanha, é de 250 mil.

O domínio gabeira.com  está no nome da Lavorare  pois ela é responsável por todo o trabalho, desde quando estamos na Internet. Fabiano Carnale é meu assessor e não trabalhou diretamente na campanha. Ele não é webdesigner, muito menos redator. Sua função é webmaster.

Considero que o preço do site foi absolutamente justo e constituimos um grupo especificamente para fazê-lo. Não podemos reproduzi-lo, pois como disse as pessoas talentosas já foram absorvidas por multinacionais das telecomunicações e não estão mais conosco.

O lugar que a Carta Capital pesquisou foi o escritório do contador da empresa Lavorare.

abraços

Fernando Gabeira”

Continuaremos, portanto, leitores da Carta Capital e eleitores do Gabeira. Não vamos cair nessa de falar mal  do Gabeira porque ele saiu na Veja, nem vamos falar mal da Carta Capital porque ela falou mal do Gabeira. Essa polarização dos últimos anos é completamente artificial, e vocês podem contar conosco para ignorá-la solenemente.

PS: uma pergunta aos nossos colegas blogueiros. Porque a prática de enviar perguntas a políticos não é mais comum?



23 Responses to “Gabeira e a Carta Capital”

  1. 1 fabio

    “Não vamos cair nessa de falar mal do Gabeira porque ele saiu na Veja”

    Boa essa, Naprática. Agora conta a do papagaio.

  2. Fala, mestre! Sabia que você ia gostar🙂

  3. 3 André

    “PS: uma pergunta aos nossos colegas blogueiros. Porque a prática de enviar perguntas a políticos não é mais comum?”

    Simples, acho que porque todos os repórteres da atualidade tentando obter ‘furos’ a qualquer custo. E aí se o cara manda um e-mail pro Gabeira e o deputado responde o que te falou acima, como é que fica a reportagem?

    Abraços,

    P.S.: manda um e-mail pra seção de cartas da CartaCapital falando da sua descoberta e de seu contato com o Gabeira (coisa que o cara de lá não fez). Aí se eles publicarem poderemos ter certeza do caráter democrático da revista (fora que se você botar o nome do seu blog na carta, a audiência vai explodirrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr….)

  4. Grande André! O Gabeira falou no e-mail que vai falar com o jornalista da revista e explicar a história.

    A propósito, que fique claro que o excluo da pergunta sobre os blogs escreverem para políticos. Visto que é questão de meses até sua nomeação para a Fazenda, Vossa Excelência é que deve estar sendo requisitado ultimamente🙂

    Quanto à audiência aqui, até que vai mais ou menos, uns 90, 100 leitores por dia, mas a qualidade dos comentários é que eu acho bacana. Inclusive o glorioso vtYorj uma vez disse que só lia por causa dos comentários (é um miserável, mesmo).

  5. 5 Goes

    Por que eles responderiam “Eu não sabia?”

  6. 6 Igor

    No meu caso, eu já achava a CC ridícula, mesmo. Apenas um degrau de credibilidade acima da vergonhosa Caros Amigos, o que não é grande coisa.

    Quando parar de vazar petróleo e anúncios do governo pelas páginas dessa revista, talvez fique mais legível.

  7. 7 Igor

    Ops, esqueci o essencial: belo post, napratica!

    Alguém tem que fazer o trabalho (de civilidade, até) que o repórter não fez: dar voz ao suspeito, seja quem ele for.

  8. 8 Carol Ferreira

    Essa resposta do Gabeira nao me convenceu. Ele pagou ou nao pagou 117 mil para empresa da assessora e namorada?

  9. Vaaleu, aí galera. Carol, ele pagou a grana mas o serviço foi efetivamente prestado, a revista confundiu sua esposa, que tem uma empresa que faz esse serviço, com uma atriz homônima.

  10. 10 fabio

    Carol, o que o Gabeira fez não chega a ser uma resposta.
    A única informação que ele traz é que existe existe uma atriz com o mesmo nome que a esposa dele – Neila Tavares. O que não muda em nada a matéria. Senão, vejamos:
    1. A empresa Lavorare Produções Artísticas Ltda. é de propriedade da esposa dele.
    2. A empresa Lavorare Produções Artísticas Ltda. não é uma empresa de informática, mas de assessoria a empresas teatrais.
    3. A empresa Lavorare Produções Artísticas Ltda., de assessoria teatral e de propriedade da esposa dele, recebeu R$117.000,00 para prestar um serviço para o qual não é habilitada, sendo R$52.000,00 depois da campanha, a título de despesas “diversas a especificar”.

    É só isso o que diz a matéria da Carta Capital, e o que o Gabeira confirmou para o Naprática.
    Mas não tem nenhum problema: é perfeitamente lícito contratar a empresa de assessoria teatral da esposa para executar serviços de informática, e não tem nenhum problema depois da campanha aparecer, justamente para essa empresa, despesas “diversas a especificar”.

  11. Uorrôôôôu, Fábio, controle o Zé Dirceu que existe dentro de você; sua descrição da resposta do Gabeira é uma grotesca distorção. Pode ser que ele esteja mentindo, mas o que ele disse foi o seguinte: a mulher dele não apenas não é a dona do Pereio, também é profissional de informática, dona da empresa que faz, sim, serviços de informática. A equipe reunida por ela fez o trabalho e recebeu o dinheiro. Se isso é verdade, eu não tenho como provar, mas o que é absolutamente irrefutável é que é isso que está escrito na mensagem do cara.

  12. 12 fabio

    Naprática, querido, ele não disse que a empresa da mulher dele presta serviços de informática. O que ele disse é que a mulher dele é desse ramo. Mas a empresa – leia com atenção – chama-se “Lavorare Produções Artísticas Ltda”. Produções artísticas, Naprática.
    Sito textualmente a Carta Capital:
    “No endereço declarado pela Lavorare, no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), funciona uma empresa que dá assessoria a empresas teatrais”.
    Sito agora a nota da Neila:
    “A empresa Lavorare Produções Artísticas Ltda., é dedicada à criação, produção e atualização, entre outras atividades, de sites;”
    Sabe qual o exemplo de site que ela usou para mostrar que de fato é essa a área da empresa? O site da campanha do Gabeira. Nenhum outro.
    Aliás, o site da empresa está fora do ar. Tenta lá: http://www.lavorare.com.br/.
    Será desde quando que tiraram ele do ar, Naprática?

  13. 13 fabio

    Também pode ser que o endereço http://www.lavorare.com.br/ não seja da empresa em questão.
    Neste caso, teríamos um empresa de criação de sites sem site.
    Lógico, tudo normal.

  14. 14 fabio

    Também pode ser que o site http://www.lavorare.com.br não seja da empresa de assessoria teatral da mulher do Gabeira.
    Neste caso teríamos uma empresa de criação de sites sem site.
    Super normal.

  15. 15 fabio

    Fui para o filtro, Naprática?

  16. 16 fabio

    Desculpe, estou com problemas para postar.
    Até mais

  17. Fábio, você não está no filtro, não. Na verdade, ninguém deveria estar, o Goes é o único que está, mas não fui eu quem coloquei, não, o wordpress é que não foi com a cara dele. Às vezes o filtro automático de spam pega alguém errado. Sendo completamente honesto, não sei como colocar ninguém no filtro.

    A lavorare.com.br, que está fora do ar, não é essa da esposa do Gabeira, não. Se você procurar no Google, e depois clicar “exibir sites semelhantes”, você vê que é uma empresa de saúde do trabalho, aparentemente em São Paulo. Veja em http://www.google.com.br/search?q=LAVORARE.COM.BR&hl=pt-BR&filter=0

    A minha impressão é a seguinte: a tal da Lavorare é a Sra. Gabeira mais uns caras que ela conhece, todos da área de informática, que o Gabeira contratou para fazer os sites dele.

    Se eu fosse candidato, por exemplo, a algum cargo importante, como Imperador do Mundo, ou até, quem sabe, em um vôo mais ambicioso, presidente do Flamengo, contrataria uns três ou quatro leitores aqui para fazer meu site. Eles se registrariam como empresa, mas a idéia toda seria só trabalhar na minha campanha (se eles quisessem prestar serviços para outras pessoas, naturalmente, teriam direito).

    Fica o senhor, inclusive, convidado para integrar meu comitê de campanha com seu aguerrido e louvável entusiasmo:)

  18. Fábio, um comentário seu (e um do Igor) ficaram presos como spam por motivos que não compreendo. Já liberei tudo e marquei como não-spam, o que deve impedir que coisas escritas com o mesmo IP sejam filtradas de novo(bom, essa é a teoria).

  19. 19 fabio

    Quem consegue discutir com você, Naprática?
    O verdadeiro gentleman.

    Um abração

  20. Como quem consegue discutir comigo? Você, porra!🙂 Ficarei muito decepcionado se você parar de vir aqui reclamar, quando quiser unanimidade falarei de coisas óbvias, como, por exemplo, o fato de que a Ponte Preta está cometendo uma crueldade dando esperanças ao Palmeiras só para esmagá-las na casa do adversário.

  21. 21 Felipe Basto

    Fala, NPTO! Bela discussão aí em cima. Alto nível.
    O Fábio faz reportagem investigativa? Se não faz deveria. Mas estaria desempregado. A CC é tendenciosa, algo leviana, governista, dependente do dinheiro público. Na imprensa nacional, quem não é?

  22. Grande Felipe! Aí, Fábio já te arrumaram um emprego novo!

  23. 23 Paulo

    Mias uma trapalhada do Gabeira.

    Transparência embaçada
    O deputado Fernando Gabeira tem nova explicação a dar a seus eleitores, além da que está publicada na seção de cartas desta edição.

    Em 2006, ele contratou a empresa Star Produções Artísticas. A empresa também atua no setor de “Artes Cênicas e Espetáculos”, conforme registro no CNPJ.

    A Star, dedicada a produções artísticas, recebeu 35 mil reais para realizar “pesquisas eleitorais”. Segundo o TRE do Rio de Janeiro, não há registro de pesquisas eleitorais feitas pela empresa.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: