Alckmin vai à guerra

23set08

Em arriscadíssima manobra, Alckmin resolveu partir pro pau em cima de Kassab, arriscando a aliança PSDB/DEM. Na verdade, a arriscadíssima manobra provavelmente foi se lançar candidato contra o Serra em SP; nacionalmente, na última eleição, podia contar com apoio, ou pelo menos neutralidade, de lideranças como o Aécio. Em SP vai para a briga sozinho, e não sabemos se tem poder de fogo para tanto.

Agora, o que poderia ter feito Alckmin? Ele quer manter o capital político de ex-candidato a presidente. Se não for para o segundo turno na eleição para prefeito, pode esquecer.

Por outro lado, se eu fosse do DEM, ficaria puto. Vejam a última saraivada de Alckmin, falando que Kassab apoiou Maluf contra Covas. Corrijam-me se me trai a memória: Marta apoiou Covas, e vai poder utilizar isso no segundo turno.

No fundo, o negócio foi o seguinte: esta eleição estava ganha para a oposição, porque Kassab deveria ter ganho os votos do Maluf, Alckmin manteria os dele, e quem passasse para o segundo turno recebia os votos do outro e ganhava.

Só que Kassab não conseguiu tirar do Maluf, e começou a tirar do Alckmin. Agora o Alckmin revida dizendo que Kassab não vai poder contar com seus votos assim tão fácil, não.



2 Responses to “Alckmin vai à guerra”

  1. 1 claudio ladeira

    NPTO,
    Já que você está em Oxford, por acaso irá ao evento de homenagem ao Gerald Cohen em janeiro do ano que vem? Ele está se aponsentando e o negócio está imperdível.

    http://social-justice.politics.ox.ac.uk/events/Cohen/index.asp

  2. 2 fabio

    Vamu trabaiá, dotô!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: