Vai ver nem era isso tudo

30set08

Se eu entendi bem esse artigo (hat tip:Ezra Klein, que é o único que eu estou vendo falar isso), o subsídio aos bancos que não passou ontem não custava 700 bi, não. Isso era o máximo que o tesouro poderia comprar em assets dos bancos mal das pernas. Se entendi direito, esse é o custo se fosse preciso gastar tudo e todo mundo que fosse ajudado fosse para o saco.

A princípio, poderia até dar lucro para o Estado Americano (o resgate do México deu um modesto lucrinho), mas o mais provável é que desse prejuízo, inferior, entretanto, às 700 pilas.

Mesmo sendo 700 bi, a rejeição ao plano já foi uma jogada arriscadíssima com a sorte do mundo. Se fosse, digamos, 100 bi, e o mundo for para o buraco porque o Congresso Americano não quis gastar isso aí, será o momento de todos dizermos: que bonito.



2 Responses to “Vai ver nem era isso tudo”

  1. Meu comentário preferido até agora foi o da BBC, dizendo que o congresso se recusou a dar um “cheque em branco de 700 biblhões de dólares” !!! Sim, o Ezra Klein tem razão, mas acho que ninguém falou disso porque os colunistas que tenho lido acham que 700 bi não serão suficientes. O que eu acho preocupante, é claro, é saber que passou pela cabeça de alguém dar a um ex-empregado de bancos de investimentos 700 bilhões assim, sem controle nenhum. Vai que ele tem uma recaida e investe tudo em subprime?

  2. Fala, Amiano! Bom, na verdade, o único argumento contra o pacote que realmente parece razoável é o de quem acha que já foi tudo pro caralho, mesmo, melhor economizar essa grana. Sei lá.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: