Archive for dezembro, 2006

Saiu na lista de livros do ano das Prospect. Nome do Livro: “Is it me, or is everything shit?”, de Steve Lowe e Alan MacArthur. Resenha: “Yes, it is just you”. O nome do resenhista é Matt Ridley. Anúncios


Ministério

18dez06

E, até agora, nada de ministério, o que eu acho meio ruim. Mas veremos. Minhas apostas: continuam Marina, Mantega, Dilma; entram Gerdau, Delfim. Tarso na justiça. Marta nas Cidades. Educação para o PDT. Saúde e Desenvolvimento Regional para o PMDB. O desenvolvimento agrário ainda para a Democracia Socialista.


Mas, já que falamos em fuga de cérebros e incentivos de mercado para os congressistas, o blog tem uma sugestão: a importação de parlamentares. Como todos os jornais noticiaram, os parlamentares brasileiros têm os maiores salários do mundo. Ora, é difícil crer que os parlamentares escandinavos ou alemães (ou mesmo os chilenos) sejam piores que […]


Aqueles elementos que fazem menos de 10% das leis brasileiras (mais de 90% são propostas pelo governo), faltam às votações, e só votam os projetos do governo em troca de mensalão, cheagram á conclusão de que, para cumprir bem essas funções, é necessário ganhar o dobro. Afinal, como disse o intelectual e prêmio Nobel José […]


Ianni tinha razão em uma coisa: empiricamente, o efeito-globalização parace ter cancelado em grande parte o efeito-crise da sociedade do trabalho. Entretanto, algumas questões permanecem: 1) Em primeiro lugar, o diagnóstico da crise da sociedade do trabalho ainda permanece válido em muitos aspectos: a economia realmente precisa de cada vez menos gente, e as possibilidades […]



A resposta de Ianni foi questionar o diagnóstico da crise da sociedade do trabalho usando seus dados sobre globalização. Ao mesmo tempo em que grande parte da população na Europa deixava de ser operária, não era verdade que massas de camponeses chineses agora eram operários? Me lembro da pergunta: “Será que o trabalho que está […]


Duas músicas da fase mais antiga. A primeira, “The Partisan”, é uma versão de uma música da Resistência Francesa.



Josué (que sucederia o Ianni na cadeira de Teoria Sociológica alguns anos depois) perguntou a Ianni se sua abordagem não era ainda excessivamente impregnada da perspectiva centrada no trabalho: isto é, seu sua análise da globalização não era, de certa forma, ainda baseada na perspectiva de que a sociedade é o modo de produção, e, […]